Noventa por cento dos consumidores querem saber o quanto pagam de impostos

A partir de junho deste ano, entra em vigor no país a lei que obriga os comerciantes a discriminarem, na nota fiscal, o valor pago em impostos pelo consumidor no momento da compra. Dados da pesquisa do IBOPE Inteligência realizada a pedido da Associação Comercial de São Paulo mostram que a nova lei está alinhada com o desejo do consumidor: 90% dos brasileiros são favoráveis à discriminação de impostos nas notas fiscais, ante 8% que são contra. 

No estudo, 89% dos entrevistados concordam totalmente ou em parte que, com a nova lei, as pessoas poderão cobrar para que os governos façam melhor uso dos impostos pagos pela população. 

Há ainda 80% que concordam totalmente ou em parte que a lei servirá para a redução futura dos valores embutidos como impostos nos serviços e produtos que consomem. 

Bons pagadores

O levantamento também questionou os entrevistados a respeito da criação do “cadastro positivo de pagadores”, que pretende registrar consumidores que estejam com todas as suas contas em dia, para que os bancos cobrem menores juros destas pessoas em empréstimos e financiamentos.

Segundo os resultados, 88% dos brasileiros são favoráveis à criação do cadastro, mas somente 67% estariam dispostos a repassar os dados de suas contas para a instituição responsável pela sua criação. 

Sobre a pesquisa

Entre os dias 14 e 18 de março deste ano, o IBOPE Inteligência entrevistou 2002 pessoas de 16 anos ou mais residentes em todas as regiões do país. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos para mais ou menos.

http://www.endividado.com.br/noticia_ler-35600,noventa-por-cento-dos-consumidores-querem-saber-quanto-pagam-impostos.html