Consumidor encontra detonador em caixa de TV no Pará

O consumidor Isamar Brito comprou na última sexta-feira (17) um aparelho televisor em uma loja de departamentos localizada no centro comercial de Castanhal, na região metropolitana de Belém, mas ao abrir a caixa que continha o produto, teve uma surpresa. Ele encontrou um detonador de seis baterias ligadas a um telefone celular com um chip ativo.
Assustado, Brito foi até a delegacia do município registrar a ocorrência e falou do susto que a família passou. “A gente não deve brincar com coisa séria. Vai que de repente acontece coisa pior com a gente? Tem que estar sempre

alerta, né?”, concluiu.

A área no entorno da casa do consumidor foi isolada por uma equipe com cerca de 10 homens do Comando de Operações Especiais (COE) da Polícia Militar. Depois de afastado o risco de explosão, o equipamento foi levado para a delegacia. Segundo a polícia, se o aparelho estivesse conectado a algum explosivo como dinamite, poderia ser detonado à distância com um simples telefonema.
“Em qualquer lugar alhém poderia ligar para esse celular, e o celular iria transmitir ondas e as ondas iriam acionar a carga explosiva e detonar a mesma”, explicou o sargento Weber, da Polícia Militar.
O que a polícia ainda não sabe é como o detonador foi parar dentro da caixa de um televisor vendido em uma loja de departamentos. A suspeita é de que a bomba seria usada para explodir uma agência bancária que fica ao lado do comércio, onde o equipamento estava guardado. A polícia chegou a fazer uma vistoria na frente da loja e da agência bancária, mas nada foi encontrado.
“Pela loja, pela proximidade com o banco… nada disso a gente pode descartar, de que possa ser a manobra de alguém que quisesse fazer um teste e com esse teste, futuramente tentar uma coisa maior”, disse o policial.

http://g1.globo.com/pa/para/noticia/2013/05/consumidor-encontra-artefato-explosivo-em-caixa-de-tv-no-para.html