Nokia e Motorola lideram ranking de reclamações no Procon

O Procon-SP divulgou hoje uma lista  com as marcas de celulares mais problemáticas entre os consumidores. A Motorola e a Nokia estão no topo, com 788 e 624 reclamações, respectivamente. A Nokia, apesar de estar no segundo lugar, apresentou uma taxa maior de resolução dos problemas: 66%, contra 53% da primeira colocada. 

As queixas contra a Motorola subiram 16% em comparação ao primeiro trimestre de 2012. No mesmo período, o número de reclamações contra a Nokia também cresceu, indo de 152 para 177.



Ranking de fabricantes de celulares com reclamações no Procon
Ranking de fabricantes de celulares com reclamações no Procon
 
A terceira colocada é a Samsung, com 567 reclamações. A coreana, porém, tem a melhor taxa de resolução de toda a lista: 95%. Na comparação entre 2012 e 2013, contudo, houve um aumento de 69% na quantidade de queixas.
Os principais problemas relatados pelos consumidores são vícios de qualidade, falta ou atraso na entrega do produto e descumprimento ou cancelamento do contrato.
Para o Procon-SP, os celulares no Brasil ainda apresentam “padrão de qualidade insatisfatório, com falhas de funcionamento e durabilidade abaixo das expectativas dos consumidores”. O órgão destaca que as empresas não dão um suporte adequado no pós-venda. “Se em determinados países trocar um celular com defeito é algo muito simples, aqui o consumidor precisa muitas vezes recorrer a um órgão público como o Procon ou até mesmo ao Poder Judiciário”, afirma Paulo Arthur Góes, diretor executivo da Fundação Procon-SP.

http://www.tudocelular.com/motorola/noticias/n28506/nokia-motorola-reclamacoes-procon.html